Simular cartão de crédito: Simule seu limite e taxas de cartão de crédito

Simular cartão de crédito antes de efetivar sua contratação é uma tarefa de auditoria muito importante para o solicitante, principalmente se ele for utilizar a ferramenta constantemente.

Apesar de o cartão de crédito ser um dos recursos mais utilizados pelos consumidores no país, ainda é possível encontrar brasileiros que acabam se complicando com as taxas e juros cobrados.

Todavia, é possível se precaver desses problemas causados pelo uso desenfreado da ferramenta, simulando sua contratação e vendo o quanto será cobrado pelo banco para sua utilização.

E para tomar a melhor decisão, o cliente deve considerar, principalmente, suas condições financeiras para conseguir contratar o produto que melhor se adéqua em suas contas.

Como simular cartão de crédito?

Na internet, é possível encontrar sites que efetua a comparação entre vários cartões de diversas empresas e companhias financeiras. Porém, essa tarefa pode ser cumprida pelo próprio consumidor.

Inicialmente, o cliente que está em busca de simular o cartão de crédito deve buscar descobrir qual o limite oferecido pela instituição financeira.

Em alguns casos, os bancos ofertam maiores limites a seus clientes mais fiéis. Entretanto, esse limite pode ser bem maior do que o cliente consegue arcar, ocasionando em dívida.

Por isso, busque utilizar a ferramenta disponibilizada pela empresa para simular o limite que é determinado pelo perfil do solicitante.

Outro fator muito importante para a contratação é verificar as tarifas cobradas pela instituição financeira. Muitos bancos têm buscado oferecer cartões sem algumas taxas, como a anuidade, por exemplo.

Isso é uma forma de combater o crescimento das fintechs, que já ofertam cartões sem essa taxa. Com essa competição, os consumidores conseguem maior poder de negociação.

Verificar junto ao gerente de conta as cobranças que podem ser retiradas ou diminuídas é uma forma de simular cartão de crédito, conseguindo comparar as melhores propostas de cada empresa.

Deixe uma resposta