Seguro Viagem: Quando o seguro viagem é obrigatório?

Para muitos viajar é uma das melhores coisas da vida. É sempre incrível poder conhecer outras culturas, novas paisagens, conhecer pessoas e ainda poder curtir um lugar diferente e relaxante. Mas, antes de viajar é importante tomar algumas decisões para que não se corra o risco de estragar a tão desejada viagem e o seguro viagem é uma delas.

O seguro viagem é indispensável para ingressar em alguns países e sabendo disso, preparamos um post para te mostrar em quais países e quando o seguro viagem é obrigatório. Então, veja!

O tratado de Schengen

Os países europeus são os que mais exigem a aquisição do seguro viagem como item obrigatório para a entrada de estrangeiros, isso porque a maioria dos países europeus fazem parte do tratado de Schengen.

O tratado de Schengen foi desenvolvido com o objetivo de facilitar a livre circulação de cidadãos europeus entre os países acordados. Mas desde 2012, os brasileiros também se beneficiam deste tratado, que exclui a obrigatoriedade do visto para quem visitar o país por um período de até 3 meses. Contudo, a contratação de um seguro viagem com cobertura mínima no valor de 30 mil euros para turistas é obrigatório.

O tratado de Schengen abrange a maioria dos países da união europeia, exceto Reino Unido e Irlanda, porém a Irlanda também exige o seguro viagem para ingressar no país.

Os países que fazem parte do tratado de Schengen são: Alemanha, Áustria, Bélgica, Dinamarca, Eslováquia, Eslovênia, Espanha, Estônia, Finlândia, Franca, Grécia, Holanda, Hungria, Islândia, Itália, Letônia, Liechtenstein, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Noruega, Polônia, Portugal, República Tcheca, Suécia e Suíça. Além destes, é importante se atentar a obrigatoriedade do seguro viagem para outros países da Europa que em breve também farão parte do tratado, como: Romênia, Bulgária, Croácia e Chipre.

Outros países que exigem o seguro viagem

Além de países que fazem parte do tratado de Schengen, há outros que também exigem o seguro viagem como regra para entrar no país.

Na América Latina por exemplo, os únicos países onde o seguro viagem é obrigatório são Venezuela e Cuba.

Para intercâmbios na Austrália o seguro viagem também é obrigatório, o governo australiano exige a aquisição do Overseas Student Health Cover (OSHC), e com isso o estudante terá direito a utilizar o que seria o sistema único de saúde (SUS) do país.

Os Estados Unidos não exigem a aquisição do seguro obrigatório, porém o custo com saúde no país é exorbitante. Quebrar uma perna, por exemplo, pode lhe custar por volta de 20 mil dólares. Portanto, se você vai visitar a terra do tio Sam, faça um seguro viagem. É melhor não arriscar!

Vantagens de contratar o seguro viagem

As vantagens são muitas. Os preços são acessíveis e se tornam baixíssimos para tamanha segurança que o seguro viagem proporciona.

A contratação de um seguro viagem pode evitar muitas dores de cabeça. Mesmo em países onde não é obrigatório, o seguro viagem é recomendável, pois os preços com despesas médicas na maioria dos países do exterior são mesmo altos como já citamos acima. Por isso, não arrisque sua saúde e de sua família. Contrate um seguro viagem de confiança e tenha uma boa viagem.

Deixe uma resposta